Entre em contato
48 34339020

Arquivos mensais:dezembro 2015

Vendedora vítima de conduta abusiva e excessiva por parte do superior será indenizada

Fonte: www.trt3.jus.br Demonstração de insatisfação da supervisora caso os empregados fizessem a pausa pessoal; gritos no sentido de que os empregados estavam indo aos sanitários para se masturbarem; imposição de obstáculos para que os trabalhadores participassem da ginástica laboral e também para que gozassem da pausa pessoal; exigência de serviços de trabalhador afastado por recomendação […]

Ler mais

Loreal Brasil é condenada a indenizar propagandista vítima de piadas e apelidos

Fonte: www.trt10.jus.br A Justiça do Trabalho de Brasília condenou a Loreal Brasil Comercial de Cosméticos Ltda a pagar R$ 15 mil de indenização por danos morais a um propagandista que foi constrangido reiteradas vezes com piadas e apelidos sobre sua preferência sexual por um chefe imediato. O caso foi julgado pelo juiz titular da 8ª […]

Ler mais

Novo Mundo terá de indenizar em R$ 15 mil vendedora de Rio Verde que sofreu assédio moral

Fonte: www.trt1.jus.br A Terceira Turma do TRT de Goiás manteve decisão de primeiro grau que condenou a empresa Novo Mundo Móveis e Utilidades S/A, em Rio Verde, ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 15 mil a trabalhadora que sofreu assédio moral. Conforme a inicial, a trabalhadora sofria cobrança excessiva de […]

Ler mais

Loja de vestuário esportivo é condenada por constranger empregada durante revista pessoal

Fonte: www.trt10.jus.br A Justiça do Trabalho da 10ª Região condenou uma loja de vestuário esportivo a pagar R$ 15 mil a uma empregada que – entre outras humilhações e constrangimentos –, durante o procedimento de revista pessoal, era obrigada a levantar totalmente a blusa e a abaixar a calça para confirmar que não levava ou […]

Ler mais

Trabalhador que atuava na construção de rodovia será indenizado por condições degradantes

Fonte: www.trt23.jus.br Durante o período em que trabalhou na construção de uma rodovia em Mato Grosso, um empregado de uma empresa de pavimentação foi submetido a condições de trabalho degradantes. A locomoção era realizada sem a devida segurança e o local de trabalho não ofereciam as condições mínimas para higiene e segurança do trabalhador. Após […]

Ler mais

Professor receberá em dobro valor de férias gozadas, mas pagas fora do prazo

Fonte: www.trt3.jus.br O pagamento da remuneração das férias deve ser feito a todos os empregados até dois dias antes do início do respectivo período (artigo 145 da CLT). Assim, ainda que gozadas na época própria, se o empregador descumprir o prazo de pagamento das férias, elas serão devidas em dobro, incluído o terço constitucional. Esse […]

Ler mais

Agente de limpeza que sofreu choque elétrico com enceradeira receberá R$ 10 mil de indenização

Fonte: www.trt10.jus.br Um agente de limpeza que sofreu choque elétrico quando utilizava máquina enceradeira elétrica receberá R$ 10 mil de indenização por danos morais. A decisão do juiz Ricardo Machado Lourenço Filho, em atuação na 2ª Vara do Trabalho de Brasília, condenou a Elite Consultoria Empresarial e Serviços Gerais Ltda. e, subsidiariamente, a concessionária Suécia […]

Ler mais

Hotel terá de indenizar trabalhador de Curitiba que foi demitido por ser “vesgo”

Fonte: www.trt9.jus.br Um funcionário do Hotel Lancaster, que fica na região central de Curitiba, deverá receber indenização de R$ 5 mil por ter sido dispensado, durante o contrato de experiência, sob o argumento de que era “vesgo” e estaria “denegrindo a imagem do hotel”. Para os desembargadores da 5ª Turma do TRT do Paraná, que […]

Ler mais

Banco deverá readmitir e indenizar vigilante demitido após crises convulsivas

Fonte: www.trt9.jus.br A empresa de segurança Embrasil Ltda, em Paranaguá, deverá readmitir em seu quadro de funcionários um vigilante demitido 15 dias após uma crise convulsiva no local de trabalho. A decisão judicial determina também que o trabalhador seja indenizado pelos salários que deixou de receber e em R$ 10 mil pelos danos morais sofridos. […]

Ler mais

Apesar de descobrir gravidez após demissão, gestante não perde direitos

Apesar de ter ajuizado a ação trabalhista 23 meses após ser demitida, ocorrida quando estava grávida, a empregada de uma padaria do município de Pontes e Lacerda receberá indenização equivalente aos salários e vantagens deste a data da demissão até o término da estabilidade provisória garantida à gestante. A decisão foi da 2ª Turma do […]

Ler mais